23 de set de 2008

Cristãos sendo mortos na Índia


[I João 3: 14]
Nós sabemos que passamos da morte para a vida,
porque amamos os irmãos.
Quem não ama a seu irmão permanece na morte.


A seguir, texto retirado do site Missão Portas Abertas.

Lute pelo fim da violência no Estado de Orissa
. Depois do assassinato do swami Laxmananda Saraswati em 23 de agosto no Estado de Orissa, líderes hindus acusaram os cristãos do assassinato e pediram vingança.
. O governo tomou algumas medidas de segurança para proteger igrejas e outros lugares de culto, mas elas não foram capazes de evitar os danos causados aos cristãos e às suas propriedades.
. Até 3 de setembro, 36 mortes, a maioria de cristãos, foram informadas.
. Devido aos violentos acontecimentos contra cristãos em vários distritos no Estado de Orissa, e a falta de uma resposta adequada e decisiva por parte das autoridades para proteger a minoria cristã, lançamos uma campanha de Ações Institucionais, direcionada às autoridades indianas no Brasil, pedindo pelo fim da violência.
Participe, mandando um e-mail ou uma carta.

Peça o fim da violência
. Essa campanha terminará em 1º de novembro de 2008. Mas não participe apenas uma vez, mande quantas cartas e quantos e-mails puder.
Abaixo, você encontra um modelo de texto. Se tiver contato com pessoas que exercem cargos de autoridade no governo (deputados, senadores etc.) incentive-os a participar também.
Não esqueça: as cartas devem ser enviadas diretamente às autoridades indianas e apenas a elas.

Para copiar o texto modelo e saber para quais emais mandar clique em Leia Mais…



Para onde mandar?

Emails: com@indiaconsulate.org.br, elson@indiaconsulatemg.org, ambassador@indianembassy.org.br, amb.brasilia@mea.gov.in, dcm@indianembassy.org.br, hoc@indianembassy.org.br.

No site tem endereços para mandar por carta.


Texto Modelo:

Vossa Excelência,

A Índia é a maior democracia no mundo e tem uma longa história de harmonia e paz entre os grupos minoritários do país. Por essa razão, fico chocado com as notícias sobre o assassinato do swami Laxmanananda Saraswati e de mais quatro pessoas em 23 de agosto de 2008, no Estado de Orissa.

Segundo notícias, as conseqüências das mortes têm sido muito piores. A violência anticristã já atingiu pelo menos cinco Estados, e causou mais de 40 mortes e milhares de pessoas refugiadas.

Foi dito que maoístas assumiram a autoria do assassinato, mas representantes hindus dizem que os cristãos são os culpados. Isto afetou seriamente o relacionamento já instável entre hindus e cristãos na região.

Pedimos, por gentileza, uma reação urgente de seu governo para fazer o possível a fim de acalmar a violência e restaurar a paz e estabilidade na região o quanto antes, protegendo a minoria cristã no país.

Em minha opinião, isso deveria envolver o Governo Federal, autoridades do Estado e líderes locais, incluindo os líderes religiosos.

Peço também que seu governo considere tomar os seguintes passos:
• Indicar uma agência de investigação para averiguar o caso de forma apropriada e imparcial;
• Disponibilizar forças paramilitares o suficiente em todas as áreas afetadas, a fim de prevenir mais violência.

Baseado no resultado da agência de investigação, os culpados devem ser processados por incitar violência, e as vítimas devem ser indenizadas por suas perdas, de acordo com a investigação imparcial dos danos.

Conte com minhas orações pela rápida restauração da paz e da estabilidade na região. Que todas as autoridades envolvidas sejam agraciadas com a sabedoria necessária. Certo de sua boa vontade.

Atenciosamente,
(Seu nome)

2 | COMENTE AQUI:

Anônimo disse...

Vamos, meus irmãos em Cristo!Vamos escrever às autoridades, vamos mandar estes e-mails, vamos orar!Nós precisamos nos mobilizar pedindo a Deus e às autoridades, orando e escrevendo-lhes! Nós não podemos ficar parados! incentive as pessoas a fazerem o mesmo!!
Deus abençoe

Anônimo disse...

Enviado!
Abs, Rodrigo

Postar um comentário

Muito obrigado pela leitura e pelo comentário,

"Todo aquele que ler estas explanações, quando tiver certeza do que afirmo, caminhe lado a lado comigo; quando duvidar como eu, investigue comigo; quando reconhecer que foi seu o erro, venha ter comigo; se o erro for meu, chame minha atenção. Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho da caridade em direção àquele de quem está dito: Buscai sempre a Sua face."
Agostinho de Hipona


Voltemos juntos ao Evangelho,
Vini