25 de set de 2008

Música - Fique surpreso por ainda estar vivo


[Salmo 116: 15; ACF]

Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos.

. Na escola Columbine, em Denver, Estados Unidos, dois jovens fortemente armados entram numa classe e ordenam que ficassem em pé os que criam em Deus. A adolescente Cassie Bernal, de 17 anos, ficou em pé. Eles perguntaram; “Você crê em Jesus?” Ela afirmou: “Sim, eu amo Jesus”. O atirador perguntou: “Por quê?”. Ela não teve tempo para responder antes de ser morta com um tiro.

. Flyleaf fez uma música em homenagem a Cassie e tantos outros mártires cristãos.

PARA OUVIR A MÚSICA E LER A TRADUÇÃO DA LETRA CLIQUE EM LEIA MAIS...





Cassie (versão acústica)


A pergunta feita para salvar sua vida ou tirá-la
A resposta "não" evitaria a morte e a “sim” a faria
"Você acredita em Deus?" escrito numa bala
Diga sim para puxar o gatilho e minha irmã Cassie o fez.

. . Eles não amaram suas vidas a ponto de fugirem da morte
. . Inspirados em seus passos - nós seguimos adiante
. . Não fique chocado que as pessoas morrem
. . Fique surpreso por você ainda estar vivo

Todas as cabeças estão curvadas em uma reverencia silenciosa
O chão está molhado por lágrimas de lembranças tristes
O altar é preenchido com corações arrependidos
Perfeito amor destrói todo medo, se alegre nesse livramento

. . Eles não amaram suas vidas a ponto de fugirem da morte
. . Inspirados em seus passos - nós seguimos adiante
. . Não fique chocado que as pessoas morrem
. . Fique surpreso por você ainda estar vivo

.........................................................(-V-).........................................................

obs. 1: Se você ler esta postagem até o começo de novembro, por favor, acesse Cristãos sendo mortos na Índia

obs. 2: Estou lendo O Livro dos Mártires, de John Foxe. (baixe o eBook no eBook Gospel) Deu para perceber?


0 | COMENTE AQUI:

Postar um comentário

Muito obrigado pela leitura e pelo comentário,

"Todo aquele que ler estas explanações, quando tiver certeza do que afirmo, caminhe lado a lado comigo; quando duvidar como eu, investigue comigo; quando reconhecer que foi seu o erro, venha ter comigo; se o erro for meu, chame minha atenção. Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho da caridade em direção àquele de quem está dito: Buscai sempre a Sua face."
Agostinho de Hipona


Voltemos juntos ao Evangelho,
Vini